sexta-feira, 6 de julho de 2018

Contra a pós-arte

Transformar os artistas em burocratas à cata de pós-graduações e pseudo projetos de investigação é chão que não deu, nem dará uvas.

Houve e há uma produção universitária excedentária de 'artistas', logo de desemprego. Em tempo de vacas gordas criou-se o cenário das pós-graduações como forma de mitigar a exposição crítica do fenómeno (excesso de licenciados sem capacidade de devolver o investimento neles realizado). Mas agora, com a falênca galopante dos governos, e os preços exorbitantes das pós-graduações (que não têm fim!), há um modelo que começa a morrer. É tempo de voltar ao ensino das Belas Artes baseado na pequena escala, no trabalho de atelier/oficina/workstation/seminário, e na relação mestre/aprendiz. A massificação é um embuste muito caro, que já ninguém está em condições ou disposto a suportar. É duro escrever isto, mas é o que temos...

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Maker Art 2018


Scratch Built

The New Art Fest '18 lança feira de arte tecnológica



Dando seguimento à ideia de promover, em cada edição do New Art Fest, lugar e tempo para o encontro de fazedores de arte tecnológica e os seus públicos e clientes (entre os quais se encontram artistas que não computam, mas que precisam da computação ;) iniciaremos no festival deste ano uma coisa a que chamámos Maker Art.

O conceito é auto-evidente, creio ;)

Para este efeito chegámos a acordo com a Sociedade Nacional de Belas Artes (SNBA), a qual disponibilizará gratuitamente o seu grande salão durante uma semana (26-30 de novembro), para aí se instalar o Maker Art 2018.

Neste espaço serão mostradas e experimentadas obras de arte, montadas bancadas de trabalho, e balcões de vendas de serviços (por exemplo cursos e workshops de computação e tecnologia), bem como uma dúzia de sofás velhos para conversar, combinar projetos, ou até realizar negócios!

Esta feira de arte tecnológica (por agora gratuita...) será ainda o lugar ideal para concertos e performances experimentais, demonstrações de harware e software, e aulas espontâneas.

Será ainda o sítio ideal para anunciar novos projetos e vender ideias!

A presença de empresas tecnológicas é uma opção em análise, mas exige uma negociação fina... pois não é nossa intenção fazer do Maker Art mais um certame de ruído de marcas.

Uma das iniciativas previstas para este Maker Art 2018, é a instalação de um espaço dedicado à história dos videojogos, com recurso à emulação dos mesmos. Quantos videojogos foram criados até hoje? Tente adivinhar.

quarta-feira, 4 de julho de 2018

The New Art Fest '18 - Call

Black Raven - The New Art Fest Award

Made in smartphone

The New Art Fest ‘18, Lisbon, November 2-30

OPEN CALL_1
You are terrified of your own children since they are natives in a world where you will always be immigrants. John Perry Barlow, 1996
Not only digital natives, also known as the Generation Z (1995-2009), use more smartphones than desktop/laptop computers and tablets. We all do! But if we look at what statistics say (Pew) than we’ll learn that post-millennials will probably spend most of their communication, social and creative time online. At least for now, smartphones are the most advanced convenient mobile device to interact with location-based media and mixed reality. It follows from here that asking for made in smartphone art seems only natural, don’t you think?

This is a call for art made for/with mobile devices—made by smartphones, made with smartphones, made for smartphones, or not. Smartphones are as open as any digital device can be. Any art proposal for this section of the festival should only take this new realm into consideration.

Twelve artworks will be selected for exhibition on everyone’s smartphone.

A prize committee will decide which of these twelve nominees will receive the Black Raven for the best artwork made for/with smartphones.

Contact: geral@ocupart.pt


Bit Street 2018

The New Art Fest ‘18, Lisbon, November 2-30

OPEN CALL_2

48 interactive displays @ TOMI Lisboa Smart City

Only original videos accepted. Artworks cannot publicly endorse any store, restaurant, brand, company or politician. Since these videos are primarily for public view on a street level, participants should consider this condition when submitting. Sexist, homophobic, xenophobic, racist and other offensive, or extreme-violent content will be automatically excluded. Nudity not allowed (TOMI’s policy).

Open call: non-anonymous artists, non-anonymous artworks

Deadline: September 30/ 2018

Venue: 48 electronic indoor and outdoor interactive street displays, Lisbon

Screening: November 2 thru 30 (24/7)

Only twelve artworks will be selected for public screening

No screening fees

Please include:

1) Your name
2) Country of origin
3) Phone, e-mail, website, social networks
4) Title
5) Brief description (max: 800 char)

Technical rider

TOMI (vertical screen)
-Duration: 10 seconds (TNAF credits: 2 seconds)
-Format: mp4
-Codec: H264
-Widescreen (16:9)
-Resolution: 1080 x 1920 px (Full HD Vertical)
-Bitrate: Up to 6 Mbps
-Size (max.): 100 Mb each spot

TOMI (horizontal screen)
-Duration: 20 seconds (TNAF credits: 2 seconds)
-Format: mp4
-Codec: H264
-Widescreen (16:9)
-Resolution: 1920 x 1080 (Full HD Horizontal)
-Bitrate: Up to 6 Mbps
-Size (max): 100 Mb each spot

A prize committee will decide which one of the twelve selected artworks will receive the Black Raven for the best TOMI short video.

Contact: geral@ocupart.pt